O livro

O livroDe menino pobre que brincava na rua com outros meninos tão ou mais pobres do que ele a empresário reconhecido, houve muito terreno percorrido. E esse percurso, como Abílio Soeiro aqui nos relata, foi construído com base em ideias e na coragem de as realizar.

Neste livro acompanhamos o que foi a sua infância e adolescência, passadas em bairros populares da Ilha do Ibo e Pemba, num Moçambique colonial dos anos cinquenta e sessenta.

O seu caminho não foi fácil ou linear, através da leitura deste livro, apercebemo-nos que foi singularmente traçado por sinais que o autor, sempre atento, soube oportunamente interpretar.

Estava ele em Boroma, perto da cidade de Tete, cumprindo a sua última missão no serviço militar, quando uma cobra dentro de uma das suas botas o levou a descobrir um anúncio para pessoal de bordo na companhia aérea moçambicana.

Anos depois, ao escapar ileso de um acidente de avião, Soeiro concluiu que tinha chegado o momento de abandonar o que estava a fazer e responder ao apelo de criar um empresariado nacional no seu jovem país.

Os laços de amizade com Madiba foram mais do que um simples acaso pois ele próprio os transformou num motivo capaz de revolucionar a sua vida e de o recolocar nos bancos da “escola”.

Numa linguagem simples e cativante, este livro vai contar-lhe detalhes de um percurso que vale a pena conhecer. A sua leitura será uma descoberta de pequenos e inesperados prazeres.

Paralelamente, as páginas que se seguem têm a qualidade de nos darem uma visão única da vida em família de Nelson Mandela, a quem o autor carinhosamente trata por Madiba.

Quando está em Maputo, Madiba costuma sair para visitar familiares. Lembro-me que, uma vez, ao sair da casa da Olívia, aproximou-se dele e da “mamã” Graça uma jovem de uns treze anos que pediu para tirar uma fotografia com ele. Madiba chamou a jovem à parte e disse-lhe:
– Eu não tenho problemas em tirar uma foto contigo. O único problema será quando tu mostrares ao teu namorado essa fotografia ao lado de um homem tão charmoso…